Skate: Letícia Bufoni e Kelvin Hoefler ficam fora da seleção brasileira

Medalhistas olímpicos, Rayssa Leal e Pedro Barros puxam lista de 25 convocados pela CBSK para início do ciclo rumo às Olimpíadas de Paris 2024


A Confederação Brasileira de Skate (CBSK) anunciou nesta segunda-feira os skatistas que vão integrar a seleção brasileira neste ano, primeira temporada rumo às Olimpíadas de Paris 2024. A lista de 25 convocados é puxada por Rayssa Leal e Pedro Barros, vice-campeões olímpicos, e tem 10 dos 12 skatistas brasileiros que estiveram nos Jogos de Tóquio. Letícia Bufoni e Kelvin Hoefler, também medalhista olímpico, são os desfalques no grupo.

Segundo a CBSK, Letícia optou por ficar fora da seleção brasileira para se dedicar a projetos pessoais e profissionais. Kelvin, por outro lado, não concordou com algumas contrapartidas do contrato para integrar o grupo. Para receber o suporte financeiro da CBSK, o vice-campeão olímpico teria de realizar ações de marketing e comunicação junto com a entidade, como postagens em redes sociais e uso de adesivo no shape.


Mesmo fora da seleção brasileira, Letícia e Kelvin podem seguir na corrida olímpica por vagas nos Jogos de Paris. Para isso, contam com apoio de patrocinadores para custear viagens e inscrições de campeonatos. Os dois skatistas podem retornar à seleção em 2023.

- A Leticia é um dos maiores nomes do skate feminino mundial. Por tudo que ela já realizou e conquistou no skate, é sempre uma referência importante dentro da Seleção. Esperamos poder contar com a presença dela novamente em 2023. O Kelvin conquistou a primeira medalha do Brasil em Tóquio e a primeira do skate brasileiro em Olimpíadas. É sem dúvida um grande nome não apenas para o Brasil, mas na cena mundial. Esperamos que na próxima temporada ele volte a estar presente na seleção - disse Eduardo Musa, presidente da CBSK.


Além dos medalhistas olímpicos Rayssa Leal e Pedro Barros, a seleção brasileira conta com os atletas olímpicos Dora Varella, Isadora Pacheco, Yndiara Asp, Luiz Francisco, Pedro Quintas, Felipe Gustavo, Giovanni Vianna e Pâmela Rosa, bicampeã mundial de street. Outros destaques são Lucas Rabelo (atual vice-campeão mundial de street) e Raicca Ventura, sensação da primeira etapa do STU Nacional deste ano.


- É o início de um novo ciclo preparatório. Tivemos uma grande estreia em Tóquio e sabemos que vamos precisar trabalhar ainda mais pensando em Paris 2024. Temos a certeza de que esse grupo representa muito bem o skate brasileiro, seja pelos nomes consagrados ou pelos talentos que começam a despontar - disse Tatiana Lobo, gerente de seleções da CBSk.



Letícia Bufoni não classifica para as finais do skate — Foto: Wander Roberto/COB



Kelvin Hoefler, medalha de prata nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: Júlio Detefon/CBSk