Seis donos de postos de combustíveis no Paraná são presos por aumento antes do reajuste da Petrobrás

A Polícia Militar prendeu, no fim da tarde desta quinta-feira (10), seis donos ou responsáveis por postos de combustíveis no município de Cornélio Procópio, no norte do Paraná. Eles teriam aumentando os preços dos combustíveis nos postos, quando o aumento anunciado pela Petrobrás, nesta quinta-feira (10), só valerá para as distribuidoras a partir de sexta-feira (11). Com isto, os postos ainda não deveriam repassar os aumentos os quais eles ainda sequer receberam.

As prisões foram parte da Operação “Onzenário”, que o 18.º Batalhão da Polícia Militar realizou na cidade, a partir das 18h desta quinta-feira, a pedido do Ministério Público. Este aumento, diz a PM, é crime tipificado na lei 1.521, que fala sobre crimes contra a economia popular.

O artigo 3.º, inciso VI desta lei diz que é crime: “provocar a alta ou baixa de preços de mercadorias, títulos públicos, valores ou salários por meio de notícias falsas, operações fictícias ou qualquer outro artifício”. A penalidade para este crime é de detenção, de 2 (dois) anos a 10 (dez) anos, e multa.


por: Pio do Jacu