top of page

Sebrae/PR traz as principais tendências da NRF, a maior feira de varejo do mundo

Especial traz as oito principais tendências do varejo para os pequenos negócios e pode ser baixado gratuitamente


Foto: Reprodução da internet


O Sebrae/PR apresentou, nesta terça-feira (14), o relatório Tendências: Especial NRF, que traz as oito principais tendências do varejo para os pequenos negócios, com base na NRF 2023 - Retail´s Big Show, a maior feira de varejo do mundo, realizada no mês de janeiro, em Nova York, nos Estados Unidos, e que atraiu mais de mil expositores e 350 palestrantes.


O lançamento do relatório aconteceu na sede da Regional Curitiba, em evento realizado com a parceria da Fecomércio PR que reuniu lideranças e empreendedores do segmento. O diretor de Operações do Sebrae/PR, César Reinaldo Rissete e o coordenador de Desenvolvimento Empresarial da Fecomércio PR, Rodrigo Schmidt, participaram da apresentação.


Conforme o consultor do Sebrae/PR, Maurício Reck, a publicação mostra as mudanças na movimentação do consumo e que devem influenciar diretamente no mercado e nos negócios nos próximos anos, com exemplos de empresas que estão seguindo esse caminho.


“É importante acompanhar as tendências, usar a criatividade para se destacar e tornar-se competitivo perante os concorrentes. Essa é a melhor maneira de se organizar e aproveitar as chances que surgem”, comenta o consultor.


Para a construção do relatório, foi realizado um trabalho de curadoria de tudo aquilo que foi apresentado em Nova York e que pode servir de inspiração para o empreendedor brasileiro de micro e de pequena empresa.


Uma das tendências apontadas é a “criatividade automatizada”, ou seja, a imaginação será a chave para a transformação, com as ferramentas de inteligência artificial tornando-se protagonistas.


“A inteligência artificial tem sido usada para ampliar nossa imaginação e possibilita qualquer pessoa criar, instantaneamente, desde peças gráficas até histórias, obras de arte e novos objetos, independente da habilidade técnica”, explica Maurício. Ele cita o software GANverse3D, da Nvidia, como exemplo. Leva apenas 65 milissegundos para transformar imagens 2D em modelos 3D. A modelagem é usada para dar vida a carros, casas, pessoas e outros elementos.


De acordo com o coordenador estadual de mercado de varejo do Sebrae/PR, Lucas Hahn, a dica para o empresário é olhar o quão longe está dessa realidade e analisar de que forma isso pode ser implantado no seu negócio.


“A integração com o mundo digital acontece aos poucos. Não acordamos no futuro, esse processo acontece gradativamente, portanto, cada um deve analisar o impacto que isso tem na sua empresa”, considera Lucas.


Outra tendência é a “sustentabilidade na diretoria”, com os empreendedores demonstrando comprometimento com a reversão do cenário da exploração, de forma desenfreada, de materiais não renováveis.


Com esse posicionamento, as empresas devem repensar seus modelos de negócios tradicionais, com a redução dos impactos ambiental, social e de governança, e optar pela prática de inteligência estratégica no planejamento de seus produtos, serviços e operações.


Conforme o consultor Maurício Reck, outras estratégias, dentro do tema sustentabilidade, ficaram evidentes na NRF, como o esforço para melhoria das embalagens e seus impactos no meio ambiente e o crescimento do interesse do consumidor por produtos de segunda mão, mas em bom estado. É um cenário onde novas práticas precisam ser adotadas porque o consumo precisa fazer sentido.


Outra tendência é a “geração Z e a fusão do físico com o digital”. Segundo Lucas Hahn, o varejo precisa se preparar para o futuro, com o físico e o digital juntos, cada um com sua importância, mas de forma complementar.


A tendência é que as lojas físicas se adaptem, cada vez mais, para tornarem a experiência do consumidor mais completa. Elas terão uma função mais estratégica do que simplesmente a entrega do produto ou atendimento do serviço. Servirão para gerar valor centrado no usuário, na comunicação ou na logística e atrair clientes.


“Temos uma geração que está demandando o mercado, que quer comprar a qualquer momento, de forma cada mais nichada e customizada, mas com um processo de relacionamento com a loja física, e que inclui, ainda, a questão intrínseca, ou seja, que pensa no meio ambiente, nos impactos que determinado negócio tem no seu bairro ou na sua cidade”, explica Lucas.


Era moderna

A pandemia mundial da Covid-19 impactou nos negócios e na vida das pessoas. Muitas estão voltando para seus países de origem ou se mudando para outros lugares. As empresas devem estar atentas à tendência “a grande migração moderna” que deve remodelar o mundo dos negócios nos próximos anos.


A “crise existencial”, a “policrise global”, as “cadeias de suprimento” e as “oportunidades nos nichos” são as demais tendências abordadas no especial, que pode ser baixado gratuitamente. Os interessados em consultorias, workshops ou programas voltados à inovação podem procurar o Sebrae/PR, no telefone 0800 570 0800.


Mais produtos

Os empreendedores interessados em ficar por dentro das tendências podem receber relatórios especiais por temática e setores todo o mês. Para isso é preciso se cadastrar para receber os conteúdos. Em março está previsto o lançamento Guia de Tendências 2023-2024, como o tema: “Consumo e gestão: as principais forças do mercado para o pequeno empreendedor do Brasil”, outro produto do Sebrae/PR.


Fonte: SEBRAE/PR


コメント


bottom of page