São José dos Pinhais recebe certificação do Prêmio Internacional de Guangzhou para Inovação Urbana

Em novembro de 2021, São José dos Pinhais foi finalista da 5ª Edição do Prêmio Internacional de Guangzhou para Inovação Urbana, com o projeto Tecnologia Digital e Participação Social na Vigilância e Definição de Áreas e Ações Prioritárias para o Controle da Febre Amarela no Brasil.



Foto: Secretária Municipal de Comunicação de São José dos Pinhais


Nesta semana a prefeita Nina Singer, acompanhada do médico-veterinário Haroldo Greca, um dos responsáveis pelo projeto, a médica veterinária do Centro de Vigilância Ambiental de Saúde – Ivana Belmonte, e a chefe da Divisão Administrativa do Departamento de Promoção e Vigilância – Fabiane de Oliveira Martins recebeu o certificado do prêmio. Na ocasião, presente o secretário de Estado da Saúde – César Neves, e Maria Goretti David Lopes – diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SESA).


O projeto é fruto da parceria entre a Plataforma Institucional Biodiversidade e Saúde Silvestre da Fiocruz, a Coordenação-Geral de Vigilância das Arboviroses da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Secretaria de Saúde do Paraná e a Unidade de Vigilância de Zoonoses da Secretaria de Saúde de São José dos Pinhais.


A cidade em 2019 foi a primeira a usar no Estado o Siss-Geo como ferramenta de notificação da febre amarela. Desenvolvido pela Fiocruz, o Siss-Geo é uma ferramenta tecnológica operacional e participativa, utilizada pela vigilância para monitoramento de primatas não humanos, sentinelas do vírus amarílico que circula na área silvestre, não só por técnicos da saúde, mas também pela própria população, por meio de qualquer smartphone.

Entre as 15 (quinze) cidades selecionadas – no mundo – São José dos Pinhais foi a única brasileira, a premiação escolheu 273 (duzentas e setenta e três) iniciativas de 60 (sessenta) países.



Foto: Secretária Municipal de Comunicação de São José dos Pinhais


O prêmio foi patrocinado pela Organização Internacional União de Cidades e Governos Locais, pela Associação Mundial das Grandes Metrópoles e pelo governo da cidade de Guangzhou, no sul da China.

Essa indicação e premiação foram possíveis graças ao empenho da gestão pública, tendo como protagonistas a servidora e médica-veterinária Cassiana Machado e o médico-veterinário Haroldo Greca, responsáveis pelo projeto. Além da Guarda Ambiental de São José dos Pinhais e da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), por meio dos servidores Odevair da Silva Mathias, diretor do Departamento de Promoção e Vigilância, Alessandra Caron, da Divisão de Vigilância Epidemiológica e a bióloga da UVZ, Mariana D´Agnoluzzo.


Os órgãos envolvidos foram a Prefeitura de São José dos Pinhais – Secretaria Municipal da Saúde (SEMS) – Departamento de Promoção e Vigilância da SEMS, Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), Divisão de Vigilância Epidemiológica, Guarda Municipal Ambiental, Atenção Primária à Saúde, Secretaria de Estado da Saúde do Paraná – Vigilância Ambiental, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) – Plataforma Institucional Biodiversidade e Saúde Silvestre da Fiocruz, o SISS-Geo.


A Prefeita Nina Singer publicou uma nota em suas redes sociais destacando a premiação que concedida ao município, acompanhe;


"É tão gratificante ver o nome de São José dos Pinhais sendo levado para o mundo, obrigada a todos os envolvidos. Agradeço de maneira especial aos servidores Haroldo Greca, médico-veterinário e um dos responsáveis pelo projeto; a médica veterinária do Centro de Vigilância Ambiental de Saúde – Ivana Belmonte; e a chefe da Divisão Administrativa do Departamento de Promoção e Vigilância – Fabiane de Oliveira Martins, por estarem comigo na SESA", disse Nina Singer.


Publicidade: