Roberto Carmona, que morre aos seus 86 anos

O repórter e comentarista Roberto Carmona, que morreu ontem (04) aos 86 anos, deixa uma longa história no rádio esportivo paulista.


Foto: reprodução da internet


Morreu na manhã deste domingo, em São Paulo, o jornalista esportivo Roberto Carmona, aos 86 anos. Nascido em Presidente Bernardes, no interior de São Paulo, o jornalista deixa quatro filhos e oito netos.


O velório e enterro ocorreu na manhã desta segunda-feira (05) no Cemitério do Araçá, no bairro Sumaré, na capital paulista.

Durante quase seis décadas, Carmona cobriu à beira do campo partidas de futebol disputadas pelos principais times de São Paulo. O repórter integrava a equipe da Rádio Transamérica.

Em seu Twitter, a rádio lamentou o falecimento. "Notícia triste. Morre a voz marcante da Transamérica, Roberto Carmona, uma lenda do jornalismo esportivo e da história do rádio. Seu legado nunca será esquecido", afirmou.


Em 2013, Carmona recebeu homenagem da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo pelos 50 anos de atuação no jornalismo esportivo. Três anos mais tarde, lançou sua biografia, intitulada "O senhor do rádio".


Fonte: G1.globo