Rússia toma a maior usina nuclear da Europa, em Zaporizhzhia, após ataque e incêndio

Prédio da Central de Zaporizhzhia pegou fogo após ataque. Diretor diz que planta está segura contra radiação. Rússia e Ucrânia concordaram com corredores humanitários e marcam nova reunião


A Agência Internacional de Energia Atômica disse que não há sinal de vazamento radioativo. Segundo a agência, os equipamentos essenciais da usina de Zaporizhzhia não foram afetados pelo fogo e não há variação nos níveis de radiação.

Um bombardeio russo atingiu nesta sexta-feira (4) a região da central nuclear de Zaporizhzhia, a maior da Europa, localizada no centro da Ucrânia.

De acordo com o diretor da agência, Rafael Grossi, o ataque atingiu um prédio de treinamento e os reatores nucleares não foram afetados.

Grossi também comentou sobre a situação de Chernobyl, que está sob domínio dos russos. Ele disse que, apesar de haver falhas na equipamentos que monitoram a radiação, não há motivos para preocupação.


foto: reuters