top of page

Projeto no Paraná vai oferecer três mil vagas em treinamento gratuito na área de TI

Quem avança nas etapas do TechDev participa de residência nas empresas e recebe bolsa de R$ 1.100 por mês.


Foto: Divulgação - Assepro-Pr


Se por um lado o Brasil tem nove milhões de pessoas desempregadas, conforme dados de janeiro do IBGE, falta mão de obra qualificada para alguns setores. Um deles é o de tecnologia da informação (TI). Conforme estudo recente realizado pela ManpowerGroup, o país ocupa a nona posição com 81% dos empregadores afirmando que existe uma lacuna de conhecimentos nos profissionais que se candidatam aos processos seletivos, dificultando o preenchimento das vagas existentes

Iniciativas que tentam reverter este cenário aparecem como oportunidades para quem busca entrar no mercado e, também, como alternativa à busca de profissionais além das fronteiras, por exemplo, ou até mesmo ao fechamento de um cargo diante da ausência de determinado profissional.


No Paraná, foi lançado nesta terça-feira (25) o Programa de capacitação e emprego em TI, o TechDev, uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, com coordenação da Softex e execução do Núcleo Softex Campinas (NSC), em parceria com Assespro-PR/parceria Acate. O evento que apresentou a proposta aconteceu na Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti), no Jardim Botânico, em Curitiba.


O projeto tem como objetivo capacitar três mil paranaenses e conectá-los a vagas de trabalho em empresas de tecnologia. “O programa receberá desde jovens do ensino médio, passando por estudantes de escolas técnicas e universidades, mas também por cidadãos em geral, que queiram ingressar na área de TI, mas que estejam exercendo outra profissão e tenham interesse em migrar de área também. Não há idade limite para isso, portanto, o programa abrange jovens a partir de 17 anos até cidadãos em idade de se aposentar”, confirma o Edvar Pera Jr., diretor-executivo do NSC. A capacitação leva em conta habilidades interpessoais (soft skills) e técnicas (hard skills).


O projeto vai capacitar jovens acima dos 17 anos, também aquelas pessoas mais maduras e que, talvez, inclusive, atuem em outras profissões, além de desempregados. O projeto será oferecido por meio de capacitações on-line, através de jornadas com uma série de trilhas de formação e conteúdos gratuitos. Haverá fase de nivelamento e de aprofundamento com duração prevista de seis meses. Serão oferecidas 80 bolsas para que os alunos possam ficar um semestre como residentes em uma das empresas participantes. Nesta etapa, os selecionados receberão uma bolsa-auxílio, cujo valor para esta edição do TechDev está orçado em R$ 1.100,00.


PUBLICIDADE:




O TechDev é gratuito para todos que queiram se capacitar, assim como para as empresas interessadas na conexão com a mão de obra e instituições de ensino que queiram ofertar o programa para alunos.

No entanto, a organização sugere que os empreendimentos que recebem um aluno chamem mais um, no intuito de dar mais oportunidade e gerar trabalho. A intenção é formar uma rede de apoio, encerrando lacunas de profissionais, agregando novas oportunidades. “Vale lembrar que os currículos de todos os candidatos menos ranqueados serão colocados à disposição das empresas envolvidas”, afirma o diretor-executivo do NSC.

Para a presidente da Assespro-PR/parceria Acate, Josefina Gonzalez, o TechDev é a ponte entre a necessidade de mercado e a falta de emprego. Calcula-se que o déficit de profissionais de TI deva chegar a quase 800 mil em 2025 em todo o Brasil, segundo a Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais).


“O Paraná é destaque na oferta de oportunidades. Por meio de uma jornada do conhecimento bem-organizada, os participantes conseguem se tornar, de fato, profissionais bem qualificados e preparados para as melhores vagas e salários”, diz Josefina, citando dados da própria instituição, que dizem que, entre os anos de 2019 e 2020, o estado registrou o dobro da média nacional de empregos preenchidos na área, com algo em torno de 10% de crescimento.


SERVIÇO

Para participar do TechDev, basta os interessados se inscreverem no link: https://lp.workover.com.br/softex-trendsit?campaign=parana



PUBLICIDADE:


bottom of page