top of page

Primeiro Ambulatório Médico de Especialidades do Paraná tem 30% das obras concluídas

A construção do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Ivaiporã, no Vale do Ivaí, está com mais de 30% do cronograma de obras concluído. A expectativa é de que a unidade seja a primeira nesta modalidade a ser entregue no Paraná para atendimento da população dos 16 municípios de abrangência da 22ª Regional de Saúde de Ivaiporã. Equipes da Regional de Saúde, do consórcio e engenheiros da obra visitaram a obra nesta semana para um acompanhamento e vistoria. A previsão é de que seja finalizada em 2024.

Com um investimento de R$ 13,4 milhões do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a estrutura começou a ser erguida em maio deste ano, e é um complemento do Hospital Regional de Ivaiporã, que foi essencial para garantir o atendimento na pandemia.

A estrutura terá em torno de 2,5 mil metros quadrados, com 22 consultórios e sete salas de exames, incluindo radiologia, que permitirá a realização de aproximadamente 13 mil atendimentos mensais. Esse tipo de estrutura é um avanço na oferta dos serviços de média complexidade de especialidades médicas aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). O AME de Ivaiporã faz parte de uma série de unidades que estão sendo implantadas no Estado, em parceria com os municípios.

“Ivaiporã foi o primeiro município a aderir ao programa e desponta como um dos exemplos desta nova estrutura. Esse tipo de estrutura é uma das iniciativas implantadas no Estado para o atendimento médico dos pacientes sem que haja um grande deslocamento”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. 

Os pacientes que residem municípios de Ivaiporã, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Cândido de Abreu, Cruzmaltina, Godoy Moreira, Jardim Alegre, Lidianópolis, Lunardelli, Manoel Ribas, Mato Rico, Nova Tebas, Rio Branco do Ivaí, Rosário do Ivaí, Santa Maria do Oeste e São João do Ivaí poderão ser atendidos na unidade. 

REGIONALIZAÇÃO – Para gerenciar a estrutura desses AMES, a Sesa criou o Programa Estadual de Qualificação dos Consórcios Intermunicipais (QualiCis). Trata-se de uma estratégia que tem foco na regionalização dos serviços e no apoio aos municípios na oferta de consultas e exames especializados.

Estão previstas ainda a implementação de mais 13 AMES, contemplando os municípios de Campo Mourão, Cornélio Procópio, Paranavaí, União da Vitória, Irati, Cianorte, Paranaguá, Jacarezinho, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Almirante Tamandaré, Goioerê e Pitanga. O investimento total nessas unidades será de mais de R$ 240 milhões. 

“Temos muito a comemorar com esta conquista. Um trabalho conjunto e regionalizado, com o apoio de todos os prefeitos e secretários municipais de Saúde da região”, afirmou a diretora da 22ª Regional de Saúde, Silvia Bovo Tsechuk.


Fonte: Agência Estadual de Notícias

Comments


bottom of page