Polícia de SP prende um dos suspeitos de matar o Secretário de Segurança de SJP Ricardo Kusch

Policias do Deic prenderam nesta terça (22) um dos dois suspeitos de atirar em Ricardo Kusch em 6 de março. Vítima estava em uma moto e levou dois tiros após ser cercado por criminosos em outra motocicleta na Zona Sul de São Paulo. Assaltantes fugiram após roubarem arma do secretário de São José dos Pinhais, no Paraná. Não levaram o veículo.


Um jovem de 23 anos foi detido pela Polícia Civil de São Paulo nesta terça-feira (22), suspeito de ter participado da morte de Ricardo Kusch, secretário de segurança da cidade de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, no começo do mês de março, em São Paulo. Além dele, outra pessoa está sendo procurada pelas autoridades do estado vizinho. O caso é investigado como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Ao menos dois assaltantes, que também estavam numa motocicleta, fugiram após roubarem arma da vítima, mas não levaram o veículo.

A prisão do suspeito foi confirmada nesta manhã pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo. De acordo com a pasta, a 1ª Delegacia de Investigações sobre Roubo e Latrocínio, da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) deteve o criminoso em Itapecerica da Serra, Grande São Paulo.


Ainda segundo a SSP, ele resistiu à prisão e atirou contra os policiais, que revidaram e o atingiram. O suspeito baleado foi socorrido e levado ferido para o Hospital Geral de Itapecerica. Até a última atualização desta reportagem ele permanecia internado "sob cuidados médicos".

A Secretaria da Segurança informou ainda que o homem, que não teve a identidade divulgada, foi indiciado pelos crimes de tentativa de homicídio contra os policiais, além de responder por porte ilegal de arma e resistência. O outro suspeito de participar do latrocínio contra Ricardo ainda é procurado pelo Deic, que também o teria identificado.


De acordo com informações do jornal Meio Dia Paraná, da RPC, o jovem estaria escondido em um sítio em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Quando a polícia chegou ao local, ocorreu um confronto. O suspeito foi baleado e encaminhado a um hospital paulista, sem risco de morte. Após receber alta, o rapaz vai ser ouvido pela Polícia Civil. Outro homem segue sendo procurado pelas autoridades.

A Secretaria da Segurança do Estado de São Paulo (SSP), informou que o homem baleado vai ser indiciado pelos crimes de tentativa de homicídio contra os policiais, além de responder por porte ilegal de arma e resistência.



foto: divulgação redes sociais