top of page

KWID E LOGAN SÃO OS CARROS MENOS DESVALORIZADOS NO PRÊMIO “MELHOR REVENDA” DA QUATRO RODAS

Os modelos Renault Kwid e Logan foram os carros que menos desvalorizam nos seus segmentos, segundo prêmio Melhor Revenda 2023, que é uma parceria da Quatro Rodas com a Kelley Blue Book (KBB) Brasil, empresa especializada na avaliação e pesquisa de preços e automóveis.



Foto: Divulgação


O Kwid foi o hatch subcompacto de acesso que menos depreciou no ano, com um índice de 13,71%. E o Logan foi o sedã compacto de acesso que menos desvalorizou no segmento com 18,43%.


"Tanto o Kwid como o Logan são sucesso entre os consumidores. Cada um com os seus pontos fortes como o baixo consumo de combustível do Kwid e o ótimo espaço interno do Logan. Essas premiações reforçam a confiança do cliente na nossa marca e na nossa estrutura de pós-vendas”, diz Bruno Hohmann, vice-presidente comercial da Renault do Brasil.

Sobre o Kwid

Lançado em agosto de 2017, o Kwid está prestes a completar cinco anos no Brasil. Desde que chegou ao mercado brasileiro, o modelo coleciona prêmios é um sucesso entre os consumidores. O compacto da Renault inovou o segmento de entrada com design SUV, maior porta-malas da categoria, baixo consumo de combustível e único da categoria com quatro airbags de série em todas as versões. No início de 2022, foi renovado mantendo todas essas características e com evoluções em design e tecnologia.


PUBLICIDADE:



Uma das tecnologias aplicadas para a redução do consumo de combustível é a adoção do sistema Start&Stop, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outras paradas prolongadas. Este moderno sistema, muito comum em carros topo de gama, garante uma economia de até 5% de combustível no trânsito urbano.


Outras tecnologias aliadas ao consumo de combustível foram a adoção do sistema ESM (Energy Smart Management) de regeneração de energia, do sistema de monitoramento da pressão dos pneus (TPMS), além de pneus verdes, que têm 20% a menos de resistência de rolagem, reduzindo o consumo de combustível e, consequentemente, a emissão de CO2.

Além de mais econômico, o motor tem um desempenho ainda melhor. O moderno propulsor 1.0 SCe (Smart Control Efficiency), com três cilindros, 12 válvulas, duplo comando de válvulas (DOHC) e bloco em alumínio, agora rende 71 cv de potência com etanol no tanque e 68 cv com gasolina. O torque também teve melhoria: 10,0 kgfm com etanol e 9,4 kgfm com gasolina, garantindo boas acelerações e retomadas.

Sobre o Logan

Quando chegou ao Brasil em 2007, o Renault Logan rapidamente caiu no gosto dos consumidores. O modelo inovou em seu segmento, mostrando que é possível um produto oferecer amplo espaço interno, robustez mecânica, baixo custo de manutenção sem precisar que se pague a mais por isso. Em 2020, o sedã trouxe um novo visual, mais conforto e segurança, com quatro airbags de série.



PUBLICIDADE:


O espaço interno continua sendo um dos pontos fortes do sedã e uma importante vantagem em relação aos competidores diretos. Cinco pessoas viajam confortavelmente, com folgas para os joelhos, ombros e cabeça, graças principalmente à boa distância entre-eixos de 2.635 mm, que supera a medida dos seus principais concorrentes. O amplo espaço interno também é percebido no porta-malas, de 510 litros, um dos maiores do segmento.


Sobre o prêmio Melhor Revenda

O Melhor Revenda premia os automóveis de passeio e comerciais leves que tiveram a menor desvalorização no período de 12 meses. Para chegar a esse índice, os especialistas da KBB tomaram como base de cálculo o preço sugerido de fábrica de cada versão dos modelos participantes quando zero quilômetro, em fevereiro de 2022.


Esse número então foi comparado com o Preço de Troca KBB – que calcula os valores médios das negociações do veículo particular para um lojista (o chamado Consumer to Business) – de fevereiro deste ano. É feita uma média aritmética de todas as versões do carro para se chegar ao índice de desvalorização.


Na edição deste ano, foram analisados 141 modelos elegíveis distribuídos em 23 categorias. Pelas regras do prêmio Melhor Revenda, foram considerados apenas os automóveis e comercias leves vendidos em fevereiro de 2022 como zero quilômetro e com preço de fábrica menor do que R$ 500 mil. E que permaneceram à venda como zero quilômetro nas listas oficiais das montadoras em fevereiro de 2023.

Sobre a Renault do Brasil

Produzindo no Brasil há 25 anos, a Renault do Brasil conta com 6 mil colaboradores e quatro fábricas no complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR): a de veículos de passeio (CVP), a de comerciais leves (CVU), a de motores (CMO), além da fábrica de injeção de alumínio (CIA).

Oferecendo uma gama completa veículos como o Kwid, Stepway, Logan, Duster, Captur, Oroch, e Master e, ainda, os veículos E-Tech 100% elétricos Kwid E-Tech e Zoe E-Tech, a Renault inovou ao lançar a venda de produtos 100% on-line, entre outras soluções para facilitar a vida dos clientes. Com o Renault On Demand, serviço de aluguel de veículos a longo prazo, a Renault traz novas soluções de mobilidade, juntamente com vários projetos de compartilhamento de veículos. Desenvolvemos, ainda, soluções de geração de energia limpa, com parceiros, como, por exemplo, o projeto de Fernando de Noronha onde foi construída uma garagem fotovoltaica que abastece os mais de 45 veículos elétricos que rodam por lá.


O Instituto Renault, responsável pelas ações socioambientais da marca no país, vem colaborando com o desenvolvimento da sociedade e já impactou mais de 865 mil pessoas ao longo dos seus 12 anos nos eixos de Inclusão e Segurança.


Comentarios


bottom of page