top of page

Com subestação em Francisco Beltrão, Copel vai investir R$ 178 milhões no Sudoeste em 2024.


Fonte:Copel



A Copel já começou a executar seu plano de investimentos de R$ 178,6 milhões para o Sudoeste do Paraná em 2024. As obras, que incluem a construção e ampliação de subestações, construção de novas linhas, redes, e a aplicação de recursos principais programas da companhia, foram apresentadas a empresários e representantes da região em reunião realizada na sede da empresa, em Curitiba, nesta quinta-feira (22). Um dos principais destaques é a subestação Petrópolis, em construção em Francisco Beltrão e que vai entrar em operação em maio deste ano.

A Copel está investindo, desde o início da construção, R$ 39,5 milhões na nova unidade, que vai operar em 138 mil volts, com dois transformadores de 41 MVA, e contribuirá para reforçar o fornecimento de energia ao município e à região, além de prover infraestrutura para o desenvolvimento da cidade. Para adicioná-la ao sistema, foi construída uma linha de distribuição de 20 quilômetros que a conectará à subestação Realeza.

"Nós estamos cientes que o Sudoeste é uma das regiões que mais crescem no Paraná", afirmou o presidente da Copel, Daniel Slaviero. "Por isso, nosso plano de investimentos inclui obras estruturantes, como subestações, linhas e novas redes, que vão fortalecer a infraestrutura elétrica na região e contribuir para o desenvolvimento dos setores produtivos".

A companhia também está construindo uma nova subestação no município de Capanema, que ficará pronta em 2025. Ao todo, o empreendimento da SE Barão de Capanema vai receber R$ 59,9 milhões em investimentos, que também incluem novas linhas para conectá-la ao sistema.

Além das novas unidades, outras subestações serão ampliadas e modernizadas. É o caso das subestações Chopinzinho e Santo Antônio do Sudoeste, nos municípios homônimos. Ambas operam em 138 mil volts. Subestações menores, que operam em 34,5 mil volts, também serão modernizadas pela companhia em Ampère e Planalto.

PARANÁ TRIFÁSICO – Além das subestações, a Copel está investindo R$ 155 milhões em obras de média e baixa tensão, que abrangem expansão de redes, instalação de equipamentos de automação e obras para atendimento a clientes. Grande parte desse valor é destinado ao Paraná Trifásico, que vai aplicar R$ 143 milhões na construção de redes trifaseadas no Sudoeste ainda este ano.

Com o programa, a Copel está ampliando a estrutura trifásicas no campo. As novas redes são mais resistentes e dispõem de equipamentos interligados e automatizados que, em caso de desligamentos, são capazes de restabelecer o fornecimento de energia em poucos segundos. Até agora, a iniciativa já entregou 2.250 km de novas redes na região. Francisco Beltrão, com 184 km de novas redes, Capanema, com 113 km, e Coronel Domingos Soares, com 105 km de novas redes trifásicas, são os principais beneficiados.

Os investimentos da companhia no Sudoeste compreendem, ainda, R$ 58,6 milhões para obras solicitadas por clientes. Outros R$ 5,3 milhões estão sendo destinados para a construção de redes urbanas, e R$ 7,1 milhões à instalação de equipamentos de automação e substituição de transformadores.





Fonte:AEN


Comentários


bottom of page