Athletico vence o Tocantinópolis por goleada nas estreias de Felipão e Dedé

O Athletico Paranaense está nas oitavas de final da Copa do Brasil. A vaga foi garantida nessa terça-feira (dia 10) à noite, na Arena da Baixada, com a vitória por 4 a 0 sobre o Tocantinópolis, na partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, em Tocantins, o time paranaense venceu por 5 a 2. Ou seja, ficaria com a vaga até mesmo se perdesse por dois gols de diferença. O Tocantinópolis precisava vencer por quatro gols de diferença para avançar ou por três gols para levar a decisão para os pênaltis.

Os confrontos das oitavas de final serão definidos por sorteio.

Essa foi a maior goleada do Athletico na Copa do Brasil desde 2016, quando aplicou 5 a 0 no Dom Bosco, pela 2ª fase. Em todas as competições, o maior placar do Furacão em 2022 foi o 5 a 1 sobre o Cianorte, pelo Paranaense.

Pablo soma agora 4 gols em 13 jogos desde que retornou ao Athletico. Khellven chegou a 5 gols em 94 partidas pelo clube. Hugo Moura fez seu 1º gol pelo clube, na sua 10ª partida. Os números consideram apenas jogos oficiais. O artilheiro do Furacão em 2022 é Rômulo, com 6 gols em 17 jogos.

O técnico Felipão estreou no comando do Athletico e usou um time misto. Os únicos titulares eram o goleiro Bento, o zagueiro Pedro Henrique, o lateral Abner e o volante Hugo Moura. As baixas eram Orejuela e Vitor Roque, que já atuaram por outros clubes nessa edição, além de Thiago Heleno e Marcelo Cirino, ambos em recuperação. A novidade no banco era o centroavante Matheus Babi, recuperado de lesão no joelho. O esquema tático era o 4-2-3-1, com Pedro Henrique e Cuello pelos lados do campo; e Marlos centralizado.

O primeiro tempo teve o Tocantinópolis frágil na marcação, cedendo muitos espaços, e nulo com a posse de bola. O Athletico poderia ter feito quatro gols nos primeiros 25 minutos, mas o quarteto ofensivo errou demais nos momentos decisivos e o gol só veio aos 26, quando o volante Hugo Moura pegou rebote fora da área e chutou forte no canto. Aos 29, Pedro Rocha mandou uma bomba no travessão. O 2º gol veio aos 39, após jogada de Pedro Rocha e finalização de Khellven. Pablo fez 3 a 0 aos 44, ao roubar a bola no ataque e chutar de fora da área.



Foto: Franklin de Freitas